O ferro que domina

Durante o século XIV, pós peste-negra, o exílio de um nobre sobrevivente Francisco Berlusconi, um jovem de 16 anos, tornou-se inevitável. O que seis séculos a frente viria a ser chamado de mutação genética, era chamado, como de fato seria, uma maldição, A Maldição da Amalgama.

Essa maldição que poderia ser facilmente chamada de dádiva para o portador, tornava sua vida um verdadeiro inferno, afinal a ameaça dos poderes desta maldição era o anseio e a insegurança de qualquer autoridade, o controle dos corações. Há quem diga que os grandes poderosos modernos, são portadores desta maldição, ou possuem subordinados ao seu dispôr.

A capacidade evolutiva e misteriosamente abismal do primate para o ser humano pareceu se repetir-se nesse caso, a peste-negra desencadeou um aumento espontâneo e absurdo da quantia de ferro no sangue do enfermo como resposta do sistema imunológico, desta forma garantindo uma certa imunidade a peste bubônica e dinâmica e os efeitos da maldição que citarei agora: todo corpo possue naturalmente um campo eletromagnético, sobretudo o corpo humano, visto que o sangue corre em nossas veias cerca de 2km/h, isso gera um campo eletromagnético ainda maior. O portador da maldição com esse adicional absurdo de ferro em seu sangue, é capaz de gerar um campo eletromagnético ainda maior.

Francisco uma bela tarde de primavera, montado em seu cavalo enquanto passeava, percebeu que seu corpo estava estranho pós recuperação da peste e olhando para ponta de seu indicador viu uma espécie de agulha negra se formando e conforme ele desejava, ela aumentava de tamanho. Aquela agulha parecia imantizada em direção ao peito do cavalo, como se desejasse beijar o coração de seu alazão. Francisco, curioso e imprudente, se deixou levar, poucos segundos, a agulha penetrava pelo lombo do cavalo, por entre as costelas, o coração equino. Lá cravado, Francisco que seus desejos, ou seja sinapses, o cavalo imediatamente obedecia, ele desejava ir para esquerda, o cavalo obedecia, ele desejava ir para direita o cavalo obedecia, seu campo magnético comandado pelas suas sinapses, influenciava diretamente o cérebro do cavalo, conduzido pelo sangue aquoso.. Assustado e obcecado em entender o que se passava ele guardou segredo. Precisava testar mais uma vez, Madalena, sua amiga de infância e confidente, se aproximou dela…